Guilherme de Ockham: princípio do experimentalismo redefinindo novas ações pedagógicas

Conceição Solange Bution Perin, Terezinha Oliveira

Resumo


Com este estudo, procurou-se fazer uma análise sobre algumas mudanças educacionais ocorridas nos séculos XIII e XIV sob a influência do pensamento de Guilherme de Ockham (1290 – 1349). Pretendeu-se compreender as necessidades que levaram os homens do século XIV a colocar na ordem do dia o debate entre fé e razão. Guilherme de Ockham foi um dos mestres medievais que possibilitou uma mudança de pensamento e de educação, pois, por meio de seus escritos e de suas aulas, fortaleceu os novos sentimentos que estavam emergindo na sociedade da época. Os homens, aos poucos, passaram a governar a sua própria capacidade de refletir, entender e interpretar as discussões do poder divino e do poder temporal. Os grandes mestres da Idade Média, especialmente Ockham, foram essenciais para que ocorressem essas transformações. A partir de seus ensinamentos e de seus métodos, várias questões que aparentavam uma veracidade inquestionável, passaram a ser controvertidas e avaliadas com reflexão.

Texto completo:

PDF


Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR