Como melhorar a habilidade da escrita do aprendiz da língua inglesa como segunda língua

Marta Cristina Piovesan

Resumo


Escrever em Inglês-como-um-segundo-idioma (ESL) dá voz aos estudantes em sua nova cultura e realça a aquisição do idioma. Há duas abordagens para o ensino da escrita: a primeira é as escritas livres, que não é necessariamente editada ou revisada, e a segunda é o processo da escrita que é revisada, editada e compartilhada com uma audiência mais ampla. Além disso, a abordagem da experiência do idioma é freqüentemente usada com os estudantes iniciantes de alfabetização para prover oportunidades para ler e escrever por experiências pessoais e linguagem oral. Atividades de escrita que são engajadas e que desafiam, acrescentam variedade à instrução da escrita, e desenvolver habilidades de alfabetização relevantes podem incluir: fazer os estudantes escreverem sobre o que eles querem aprender, escrevendo uma carta simples, ou responder uma pergunta; reagir a um texto ou estímulo; analisar e sintetizar informação; e fazer listas que ajudam gerar vocabulário e provêem a base para produções maiores. Os professores deveriam dar oportunidades para estudantes de escrever sobre tópicos significantes, participar em atividades de escritas variadas, e sentir que a produção escrita deles tem valor.
 

Texto completo:

PDF


Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR