RECURSOS LINGUÍSTICOS ATUANTES NA FORMAÇÃO DO ESTILO: COMO ELES SE CONSTITUEM EM INDÍCIOS DAS RELAÇÕES INTERGENÉRICAS?

Taynara Alcântara Cangussú

Resumo


O objetivo deste trabalho foi o de buscar indícios das relações intergenéricas no texto “Como fazer a Dendrobium florir?”, − a priori instrucional − a partir de uma investigação sobre como se desenvolve o estilo desse texto. Para fazer essa investigação, fizemos, em um primeiro momento, projeções a respeito das estruturas linguísticas esperadas convencionalmente para constituir o estilo de gêneros instrucionais e depois contrastamo-las com as utilizadas na atualização estilística feita pela autora do texto em análise. Com esse movimento de análise, observamos que os recursos linguísticos utilizados pela autora nessa atualização caracterizavam estilos de, pelo menos, 3 tipos de gêneros diferentes: (a) os mais dissertativos, (b) os mais pessoais e, por fim, (c) o próprio gênero instrucional. Tal observação corroborou a nossa hipótese de que a atualização estilística constitui-se nos interstícios das relações intergenéricas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/akropolis.v27i1.7565