MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM MEIO ABERTO: ANÁLISE COMPARATIVA DOS PARÂMETROS NORMATIVOS PARA PRÁTICA PSICOLÓGICA

Rafael Bianchi Silva, Flávia Fernandes de Carvalhaes, Luisa Maiola de Araújo

Resumo


O presente trabalho visa realizar uma análise documental comparativa entre documentos referentes ao Sistema Único de Assistência Social e ao Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo comparando-os a documentos emitidos pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), a fim de pensar a prática da Psicologia no serviço de Medidas socioeducativas em meio aberto. De acordo com os documentos analisados, supõe-se que esse profissional deva ter uma prática implicada ética e politicamente, considerando o saber do usuário e os saberes interdisciplinares que compõe o serviço de Execução de Medidas Socioeducativas de Liberdade Assistida e Prestação de Serviço à Comunidade. Por fim, consideramos que apesar do que supõe os documentos, estamos distantes de ofertar uma proteção integral à criança e ao adolescente que cometeu um ato infracional.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/akropolis.v29i2.8440

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR