EDUCAÇÃO E ORGANIZAÇÃO BUROCRÁTICA

Gizeli Batista Tolentino Silvério, Adrian Alvarez Estrada

Resumo


Neste texto, foi realizado um estudo sobre a organização burocrática enquanto sistema social racional, no qual a divisão do trabalho é metódica e disciplinarmente conduzida para determinados fins visados, procurando compreender o fenômeno burocrático enquanto forma de poder, controle e alienação. A fundamentação teórica principal foram obras de Fernando Motta e Bresser Pereira, que por sua vez, apóiam-se em Max Weber. Procurou-se compreender as características e funções das burocracias, para, de um lado, conceituá-las e entender seu funcionamento, e, de outro lado, analisá-las como um sistema social de dominação a serviço da própria organização. Objetivou-se, também, situar a escola enquanto organização burocrática por excelência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v11i2.2011.4284