HUMILHAÇÃO E VERGONHA NA PRÁTICA DOCENTE: AS PERCEPÇÕES E OS SENTIDOS DOS PROFESSORES ATRIBUÍDOS AO FENÔMENO

Jéssica David Mendonça, Neide Brito Carbelim, Jorge Antônio Vieira

Resumo


Esse trabalho objetiva discorrer as percepções dos professores sobre a prática de humilhação e vergonha nas relações pedagógicas, considerando a humilhação como rebaixamento da honra, e a vergonha como sentimento gerado diante da exposição ao olhar legitimado, A pesquisa foi realizada com professores da rede pública de ensino e os resultados apresentados em duas categorias. A primeira refere-se à humilhação, analisando as justificativas empregadas pelos docentes para a prática desse comportamento, considerando o rebaixamento do outro e abordando as relações de poder e o lugar do aluno na escola. A segunda discorre sobre a vergonha como consequência da humilhação, relacionando suas práticas com a moralidade, a honra e a ética docente. Por fim, nessa pesquisa pôde-se perceber que as escolas permanecem hierarquizadas, prevalecendo a centralidade da autoridade do professor e aponta as dificuldades de se compreender qual é o lugar que o aluno ocupa na escola.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v12i2.2012.4778