A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO CURRÍCULO PRESCRITO, REAL E OCULTO DO COLÉGIO MODELO DE ITAMARAJU-BA

Gabrielle De Souza Cruz Lopes, Sandra Mara Santana Rocha

Resumo


A Educação Ambiental deve estar presente no currículo como recomendam os Parâmetros Curriculares Nacionais de 1997 e da Política Nacional de Educação Ambiental. Neste trabalho buscou-se identificar e explicitar quais as formas como a Educação Ambiental aparece no currículo escolar, considerando as características prescritas, reais e ocultas. A pesquisa caracterizou-se como um estudo de caso etnográfico sendo desenvolvida no Colégio Modelo “Luís Eduardo Magalhães”, Itamaraju-BA. Os dados foram coletados por meio de análise documental e entrevistas semiestruturadas com 9 professores. Os resultados evidenciam que, explicitamente, a Educação Ambiental está presente nos projetos executados pela escola. No entanto, os professores percebem sua inserção no currículo e que sua prática se dá por meio das leituras e interpretações de textos, no livro didático, nos conteúdos, na produção de textos, tabulação de dados estatísticos e discussões. Com base nos resultados discutem-se os limites e as possibilidades da transversalização do tema meio ambiente no currículo bem como o papel da escola enquanto espaço de formação crítica, necessária ao enfrentamento das questões socioambientais na atualidade.
PALAVRAS CHAVES: Educação Ambiental; Currículo; Transversalidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/educere.v20i2.2020.7609