SOBRA PASSÍVEL DE DISTRIBUIÇÃO EM COOPERATIVAS AGROPECUÁRIAS: UM ESTUDO DE CASO

Marcio José Degan, Régio Marcio Toesca Gimenes

Resumo


O objetivo do presente artigo é mensurar a sobra passível de distribuição de uma cooperativa agropecuária, localizada no noroeste do Estado do Paraná. A revisão crítica da literatura sobre o tema abordado foi baseada nos estudos de diversos autores, especialmente a pesquisa realizada por Szuster (1985). A essência do artigo parte da hipótese de que além da distribuição das sobras a sociedade cooperativa deve preservar a sua continuidade, por meio da manutenção de sua capacidade operacional e condição física de geração de sobras, como também do capital investido dos associados. Alguns aspectos relevantes são os seguintes: a utilização da sobra como meta para promover os objetivos dos agentes que se relacionam com a cooperativa, a disponibilidade financeira para distribuição das sobras, o estudo das necessidades de expansão da cooperativa e a revisão de sua estrutura de capital também devem ser considerados na decisão de distribuição das sobras.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v11i1.3991