EFETIVIDADE NA APLICAÇÃO DE NOVAS TÉCNICAS E A PERMANÊNCIA NO MEIO RURAL: UM ESTUDO DAS PROPRIEDADES FAMILIARES DOS ALUNOS DO COLÉGIO AGRÍCOLA ESTADUAL DE TOLEDO

Salete Polonia Borilli, Caroline Barroso Martins, Bruna Roncatto, Aline Karina Migueli, Marisa Cristina Lange

Resumo


Este estudo faz uma análise das relações e determinantes da escolha do Curso Técnico em Agropecuária em nível médio pelos alunos egressos do Colégio Agrícola Estadual de Toledo (PR) e a permanência desses no meio rural, partindo da necessidade de se conhecer as expectativas desses estudantes em relação a sua formação profissional. Além de compreender as mediações entre educação formal e a efetividade da aplicação dos conhecimentos apreendidos na adoção de novas técnicas de cultivo, produção e gestão visando à viabilidade econômica da propriedade rural. Constatou-se que a motivação para a escolha do curso foi a afinidade com o meio rural, pois a maioria dos egressos já trabalhavam na área antes de ingressar no curso, o mercado de trabalho e a possibilidade de adquirir técnicas de cultivo e produção. Verificou-se também que a parcela dos egressos, filhos de produtores rurais que residem no meio rural permanece na propriedade e, está efetivamente aplicando os conhecimentos apreendidos no curso técnico, o que tem contribuído na adoção de novas técnicas de cultivo e de tratos com animais, maior diversificação de atividades e método na aquisição de insumos e na comercialização dos produtos. Maior conhecimento resultou em mudanças na forma de gerir a propriedade - maior controle dos custos, aumento da produtividade, cuidado com o meio ambiente e maior rentabilidade. Poucas aulas práticas e a falta de professores habilitados foram as principais deficiências do curso apontadas pelos egressos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v14i1.4664