ANÁLISE DOS RELATÓRIOS DE EMPRESAS DO SETOR DE SIDERURGIA A PARTIR DAS PERCEPÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL (RSE) PROPOSTAS POR CARROLLANÁLISE DOS RELATÓRIOS DE EMPRESAS DO SETOR DE SIDERURGIA A PARTIR DAS PERCEPÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL (RSE) PROPOSTAS POR CARROLL

Alessandra Batista, Fabíola Graciele Besen, Valdir Serafim Junior

Resumo


O presente artigo tem como objetivo geral analisar os relatórios anuais e de sustentabilidade das empresas brasileiras do setor siderúrgico, baseados na concepção piramidal (econômica, legal, ética e filantrópica) proposta por Archie Carroll (1979). Tendo como problema de pesquisa: Quais das percepções propostas por Carroll (1979-1991) é evidenciada pelas empresas do setor de siderurgia em seus relatórios contábeis? A metodologia empregada na pesquisa foi construída por meio da análise dos dados contidos nos relatórios anuais e de sustentabilidade do ano de 2016 e 2017 das empresas tratadas no estudo. Utilizou o método bibliográfico e descritivo, guiado por uma análise dedutiva e a pesquisa possui um delineamento com abordagem quantitativa e qualitativa e a amostra foi considerada intencional não probabilística. Os resultados da pesquisa revelaram que todas as empresas estudadas tiveram ao menos uma iniciativa que abrangesse as quatro perspectivas propostas na Teoria de Carroll (1979), se destacando a de caráter ético, que foi a mais explicitada nas formulações de práticas sociais das empresas estudadas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v21i1.7209