AGROINDÚSTRIA FAMILIAR: CARACTERIZAÇÃO DE UNIDADES DO MUNICÍPIO DE GUARANIAÇU - PR

Valdir Serafim Jr, Welinton Camargo Ferreira, Cristiano Goulart, Leonardo Balcewicz Jr, Luciana Oliveira de Fariña

Resumo


O presente estudo analisou as características sócio produtivas em unidades de agroindústrias familiares do município de Guaraniaçu – PR, identificando as principais características relacionadas a sua composição produtiva e tamanho de área, tamanho das famílias, ocupação da mão de obra e suas características sociais. Caracterizou-se como uma pesquisa descritiva das informações extraídas do questionário estruturado, aplicado por meio de entrevistas durante visitas às propriedades rurais com atividade de agroindústria durante o mês de julho de 2018, investigando 28 unidades. Identificou-se que possuem em grande maioria estrutura administrativa familiar, são assistidas por alguma forma de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), basicamente utilizam mão de obra familiar, baixa representatividade de empreendimentos novos e estão instaladas em pequenas propriedades rurais. Encontrou-se predominância de dois a quatro membros residentes, não se podendo vincular a totalidade dos membros com mão de obra disponível, o que compromete a sucessão familiar. A mão de obra dos membros das unidades estudadas está relacionada à atividade da agroindústria e agricultura, constatando-se pluriatividade também pelas atividades urbanas encontradas nestas unidades. Sugere-se para futuros estudos uma análise sobre o tempo de vida destes empreendimentos e quais os fatores que contribuem para o seu maior ou menor tempo de funcionamento bem como a questão de sucessão familiar.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v21i1.7519