PROJETO LIXO QUE VALE: RECICLAR COM SUSTENTABILIDADE

Willer Carlos Oliveira

Resumo


O presente artigo visa analisar o Projeto Lixo que Vale: reciclar com sustentabilidade, praticado pela prefeitura de Umuarama-PR. Como o projeto aborda o tripé da sustentabilidade, ambiental, econômica e social, procurou-se analisar como eles implicam na sustentabilidade dos participantes e do projeto em si. A constante preocupação com o meio ambiente e com a sustentabilidade tem levado a humanidade a questionar sobre o futuro dessa e das próximas gerações. A preocupação com a destinação dos resíduos sólidos e dos rejeitos das atividades humanas já existe há algum tempo, a coleta seletiva é caracterizada pelo recolhimento de materiais presentes no lixo, passível de serem reciclados, separados dos rejeitos e resíduos orgânicos.  Podemos destacar uma importante vantagem na coleta seletiva é a inclusão social e econômica de integrantes de cooperativas de catadores de lixo, e demais seguimentos, a exemplo dos existentes em Umuarama-PR., sendo que eles utilizam o lixo como meio de sobrevivência, organizando-se em cooperativas, buscando a ampliação da oportunidade de obter uma melhor qualidade de vida, tanto no quesito financeiro, quanto como cidadão incluso na sociedade.  Desta forma, diante da situação ambiental e da qualidade de vida presente numa área significativamente importante para toda a população da cidade de Umuarama-PR., exigindo políticas públicas com o objetivo de garantir a qualidade de vida para toda população, buscou-se analisar as ações do Projeto Lixo que Vale observando se o slogan do projeto é praticidade: Reciclar com Sustentabilidade.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/receu.v21i2.8149