CONSIDERAÇÕES CRÍTICAS SOBRE A QUANTIFICAÇÃO DA PERDA DE UMA CHANCE À LUZ DA CASUÍSTICA

Ignez Guimarães

Resumo


Objetiva-se tecer avaliações sobre os critérios de quantificação da perda de uma chance por intermédio do estudo de casos concretos. Para tanto, analisa-se a teoria ponderando-se casos com repercussão jurídica relevante, tais como o do “Show do Milhão”, o da “falha na prestação de serviços pelos correios” e o da “desvalorização das ações”. A teoria da perda de uma oportunidade será examinada como uma das formas de inadimplemento obrigacional. Objetiva-se demonstrar que a chance perdida deve ser indenizada com o uso de padrões razoáveis e objetivos e não apenas ser compensada medianamente.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/rcjs.v13i1.2010.3434