A CULTURA DO LÍTIGIO E A ADEQUAÇÃO DOS MEIOS DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS SOCIAIS PARA A BUSCA DA PACIFICAÇÃO SOCIAL

Ligia Cristina Pereira Schwab, Gilberto Ferreira Marchetti Filho

Resumo


O cenário atual do Brasil é caracterizado por uma cultura excessivamente litigiosa, onde se é passado para o Estado a responsabilidade de resolver os conflitos da sociedade. Em resposta a essa cultura, nos deparamos com uma crise estatal, caracterizada pelo Poder Judiciário abarrotado de demanda, no entanto o poder estatal não tem sido suficiente para sanar tais problemas, ou seja, tem sido ineficaz na busca da pacificação social, ante a isso se faz necessário adequar os meios de solução de conflito, bem como uma mudança de paradigma social, tanto da sociedade, quanto dos operadores do direito em especial, para que haja a aceitação do novo modelo trazido pelo Código de Processo Civil de 2015, e assim promover aos jurisdicionados um acesso à justiça efetivo, justo, eficiente e adequado, bem como, promover a efetiva pacificação social.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/rcjs.v23i1.2020.8255

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR