Influência da Estratificação sócio-econômica na prevalência de oclusão normal e Maloclusões em jovens escolares da região de Umuarama

Walter Rino, Tieo Takahashi, Ricardo Takahashi, Fábio Rogério torres Maria, Lauri Dalmagro Filho

Resumo


É importante conhecer a alta incidência de “maloclusão”, e o objetivo é identificá-la o mais cedo possível, prevenindo ou interceptando para preservar a dentição permanente. O estudo epidemiológico de oclusão normal e “maloclusões” Classe I, II e III de Angle, ligadas à estratificação sócio-econômica em ambos os sexos, em grupo de idade de 6 a 13 anos, na cidade de Umuarama, mostra a maior ou menor incidência de cada faixa sócio econômica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v7i3.2003.1087