A Diferença Das Notas Do Teste Apgar Entre Crianças Nascidas De Parto Normal E Parto Cesariana

Eduardo Alexandre Loth, Charles Rodrigo Vitti, Jandira Izabel da Silva Nunes

Resumo


O APGAR é um método de avaliação sistemática do recém-nascido logo após o parto, é utilizado para identificar aqueles que necessitam de reanimação e cuidados especiais. O teste que leva o sobrenome da pediatra que o idealizou, hoje é utilizado em ampla escala e avalia cinco aspectos no neonato, freqüência cardíaca, esforço expiratório, tônus muscular, irritabilidade reflexa e coloração. A estes aspectos são atribuídas notas 0, 1 ou 2 pontos, somando um total de 10 pontos. A escala de APGAR usualmente é realizada no 1º e 5º minuto de vida, logo após o nascimento completo (desconsiderando o cordão umbilical e placenta) e desobstrução das vias aéreas superiores, o teste volta a ser realizado no 5º minuto, reavalia o bebê e serve ainda para se certificar se uma reanimação foi bem-sucedida. O presente trabalho trata-se de uma pesquisa realizada na Maternidade Municipal de Umuarama, no estado do Paraná entre o período de 01/03 a 01/09 de 2001, onde foi comparada a diferença das notas obtidas no teste de APGAR por crianças nascidas de parto normal e parto cirúrgico, relatando ainda as principais causas da asfixia neonatal. Para tanto, foram coletados os escores do teste APGAR e outras informações sobre o recém-nascido e o parto.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v5i3.2001.1131