AÇÃO DA ENZIMA PECTINASE NA EXTRAÇÃO DO SUCO DE JABUTICABA

Michelly Cristiane Paludo, Roberta Letícia Krüger

Resumo


A enzima pectinase destaca-se pelo potencial de extração de sólidos solúveis presentes nas cascas de frutas. No caso da casca de jabuticaba, este fator é muito interessante, pois esta é rica em nutrientes e compostos que contribuem para o aumento da doçura e da cor. Assim, o objetivo deste trabalho foi realizar um estudo para avaliação da influência da adição da enzima pectinase na extração do suco de jabuticaba (Myrcia jabuticaba cauliflora Berg). Os efeitos foram observados por meio de análises físico-químicas (acidez, açúcares redutores e não redutores, anidrido sulfuroso livre e total, sólidos solúveis totais, concentração de polifenóis e antocianinas, pH e cinzas) e sensorial (teste de escala hedônica e escala de atributos) dos sucos elaborados com (T2) e sem a adição da enzima (T1). Os resultados mostraram diferença significativa entre as amostras, principalmente em relação à concentração de antocianinas e cinzas, ambos maiores em T2. Além disso, T2 apresentou maior rendimento (± 5%), coloração mais intensa e um suco mais límpido. Os resultados da análise sensorial mostraram diferença significativa no teste de escala hedônica e no atributo sabor, onde ambos apresentaram as médias de 5 em T1 e 6 em T2, o que corresponde respectivamente a “não gostei, nem desgostei” e “gostei ligeiramente”. Assim, comprovou-se que com a adição da enzima pectinase, melhorou o aspecto visual e sensorial, além da maior extração de composto de grande interesse para a saúde como as antocianinas e os minerais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v15i3.2011.4093