CITOLOGIA E HISTOPATOLOGIA DE PACIENTES ASSISTIDAS EM UM CENTRO DE SAÚDE DA MULHER

Yulla Klinger Pereira de Carvalho, Flávia Samara Freitas de Andrade, Maria Acelina Martins de Carvalho, Gerson Tavares Pessoa, Maíra Soares Ferraz, Lucielma Salmito Soares Pinto

Resumo


O carcinoma de colo do útero é o segundo mais frequente em mulheres no Brasil, tendo acometido mais de 18.000 mulheres no ano de 2008. O presente estudo objetivou analisar e correlacionar os resultados obtidos nos laudos citológicos e histopatológicos, conforme a faixa etária das pacientes. Para tanto, metodologicamente foi realizado um estudo observacional transversal retrospectivo por meio de 106 prontuários de pacientes que apresentavam laudos citopatológicos e histopatológicos com atipias cervicais atendidas no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2008 no Centro de Saúde da Mulher em Piripiri, Piauí, Brasil. Foram obtidos os seguintes resultados: quanto ao exame citológico os resultados mais frequentes foram os de ASCH e ASC/AG, correspondendo a respectivamente, 39,6% e 30%. Houve maior número de pacientes com laudo de ASC/AG e ASCH no intervalo de 25 a 34 anos, correspondendo a respectivamente, 13,2% e 17,9% destas lesões. Na histopatologia, 44 casos (41,5%) foram considerados LSIL, 53 casos (50%) foram diagnosticados com HSIL e 7 casos (6,6%) foram considerados como neoplasia maligna invasiva. Sendo assim, este estudo confirma a acuidade diagnóstica dos exames citológicos e histopatológicos, tendo em vista o grande número de lesões observadas, especialmente em pacientes jovens, destaca-se a importância de orientar práticas sexuais seguras, melhor controle na frequência de rastreamento e seguimento clínico destas pacientes.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v18i1.2014.5151