QUEDAS EM IDOSOS: REFLEXÕES SOBRE AS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA O ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL

Marilene Rodrigues Portella, Alisson Padilha de Lima

Resumo


Este estudo teve por objetivo apresentar as reflexões acerca das políticas públicas relacionada às quedas para que a população idosa possa obter um envelhecimento saudável. Optou-se pelo método de revisão narrativa por entender que são publicações amplas, apropriadas para descrever e discutir o desenvolvimento ou o “estado da arte” de um determinado assunto, sob o ponto de vista teórico ou contextual, não informando as fontes utilizadas, a metodologia para busca de referências, nem os critérios utilizados na avaliação e seleção de trabalhos. Para compor a revisão delimitaram-se os seguintes tópicos: Envelhecimento como fenômeno demográfico; Envelhecimento e os eventos de quedas; Inaugurar um novo tempo de ação e de parcerias, em cooperação entre todos, pois se os problemas são multifacetados, como os eventos de quedas, as soluções também o são. A consolidação de parcerias efetivas com as famílias, a sociedade, os setores governamentais e/ou não governamentais, poderá fortalecer políticas públicas para o envelhecimento saudável. Tal proposição exigirá mudanças essenciais, não apenas no que fazemos, mas em como pensamos e conduzimos o envelhecimento em si, seja na dimensão pessoal e ou coletiva.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v22i2.2018.6366