MASLACH BURNOUT INVENTORY - HUMAN SERVICES SURVEY (MBI-HSS): REVISÃO INTEGRATIVA DE SUA UTILIZAÇÃO EM PESQUISAS BRASILEIRAS

Isabella Cristina Moraes Campos, Sandra Souza Pereira, Isabel Cristina Adão Schiavon, Marília Alves

Resumo


O objetivo desta revisão integrativa é analisar a utilização do Maslach Burnout Inventory - Human Services Survey (MBI-HSS) em pesquisas brasileiras sobre a Síndrome de Burnout em profissionais de saúde. Foi realizada, em maio de 2019, busca sistemática nas bases de dados BVS Enfermagem, Index Psicologia, LILACS, MedLine e na SciELO com a combinação dos descritores “esgotamento profissional”, “pessoal de saúde” e “Síndrome de Burnout” no título, resumo e assunto dos artigos. Buscaram-se textos em inglês, português e espanhol, publicados entre 2013 e 2019 e com amostra de profissionais de saúde. De 1.614 artigos, 31 compuseram a amostra desta revisão. Verificou-se uma diversidade de denominações das dimensões da síndrome, nas escalas tipo Likert adotadas, nos métodos de classificação das pontuações das subescalas e de rastreamento da síndrome. Concluiu-se que o MBI-HSS tem sido empregado de distintas formas para analisar a síndrome de Burnout em profissionais de saúde, assim, essa falta de padronização pode gerar confusão entre os pesquisadores e dificultar a comparação entre os resultados das pesquisas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v24i3.2020.7875