EDUCAÇÃO EM SAÚDE BUCAL EM UMA PRÉ-ESCOLA: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES LÚDICAS

Luiz Eduardo de Almeida, Rodrigo de Oliveira Silva, Sabrina Bianca Miller Franca, Thiago Romano Dias da Silva, Vinícius Ladeira Francisco, Virgínia Martins Pereira Rossafa, Yasmin Vasconcelos Caetano

Resumo


Trata-se de um relato de experiência, que descreve, sob estratégia narrativo-argumentativa, as significâncias político-pedagógicas atreladas ao planejamento estratégico de ações de educação em saúde bucal vivenciadas em um ambiente escolar e experimentadas por acadêmicos estagiários de um curso de Odontologia. Após análise detalhada, algumas inferências se destacaram: o reconhecimento do ambiente escolar como território fértil para o desenvolvimento de ações promotoras de saúde; a efetividade do instrumento “TPC” (Teorizar-Praticar-Criticar) no direcionamento dos acadêmicos estagiários no planejamento estratégico de atividades de educação em saúde bucal; a importância de se disseminar, em espaços científicos, os aprendizados advindos de experimentações práticas de estágios.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v25i3.2021.7893

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR