O PAPEL DOS POLIMORFISMOS GENÉTICOS NA ETIOLOGIA DA ENDOMETRIOSE

Yasmin Santos Colucci, Mariangela Torreglosa Ruiz Cintra, Alessandra Bernadete Trovó de Marqui

Resumo


O objetivo desse estudo é apresentar uma atualização sobre o papel dos polimorfismos genéticos na etiologia da endometriose. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica feita no PubMed utilizando os descritores “polymorphism and endometriosis”. Foram identificados 36 artigos e após aplicação dos critérios de inclusão foram selecionados 17 artigos para a amostra final. Os principais resultados foram: 1) cerca de 60% dos artigos foram publicados em 2019; 2) em 35,3% dos estudos o número de casos e controles investigados foi menor que 100; 3) a maioria dos trabalhos investigou de um a dois polimorfismos por gene; 4) a produção científica sobre endometriose é maior em países orientais; 5) houve heterogeneidade quanto aos periódicos onde os trabalhos foram publicados; 6) as principais técnicas para detecção de polimorfismos foi a PCR-RFLP e o PCR em tempo real, com frequências semelhantes. Em suma, os polimorfismos genéticos podem estar implicados na etiologia da endometriose.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v26i2.2022.8223

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR