PIONEFROSE UNILATERAL EM CÃO - RELATO DE CASO

Geovanna Santana Benedito, Juliano Bortolo De Conti, Oduvaldo Câmara Marques Pereira Junior, Paulo Fernandes Marcusso

Resumo


A pionefrose consiste em uma hidronefrose contaminada, associada à destruição do parênquima renal. Tem como causas o bloqueio ureteral ou uretral por urólitos, inflamação crônica, neoplasia e ureter ectópico, seguidos de contaminação. O diagnóstico é realizado através de exames de imagem, principalmente a ultrassonografia e também através de urinálise e urocultura. Em casos avançados o tratamento preconizado é a nefrectomia. O presente trabalho tem como objetivo relatar um caso de um cão com suspeita inicial de hidronefrose. O paciente passou por nefrectomia, no pós-operatório observou-se melhora do seu quadro clínico, porém permanecendo a anemia. O diagnóstico definitivo, realizado por exame histopatológico, revelou pionefrose, entretanto sua causa não foi estabelecida.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqvet.v23i2cont.2020.7958

Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR