DESEMPENHO DE NOVILHAS DA RAÇA NELORE MEDIANTE O USO DE BETABLUCANAS E PROBIÓTICOS

André Felipe Berto de Almada, Ranulfo Piau Junior, Valmir Fernandes, Jessé Lahos Borges, André Felipe da Silva, João Vitor Moraes Simões, Vanderson dos Santos Silva

Resumo


Os aditivos são suplementos que podem contribuir para aumentar o desempenho dos animais, visto que eles podem melhorar a conversão alimentar e o ganho de peso nos animais. As 1,3-1,6 betaglucanas são agentes imunomoduladores com potencial na prevenção e controle de doenças infecciosas, e agem como substrato aos probióticos. O uso de probióticos na alimentação pode melhorar o desempenho dos animais, competindo com bactérias patogênicas e agindo na imunomodulação. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do uso de betaglucanas (prebiótico) e probióticos sobre o desempenho de novilhas confinadas da raça Nelore. Sessenta novilhas da raça Nelore com cerca de 24 meses de idade foram distribuídas aleatoriamente formando quatro grupos que receberam prebióticos (PRE), probiótico (PRO), e a simbiose pela associação destes dois aditivos (SIM) e um grupo controle. Os animais sofreram a adaptação durante uma semana, e todos foram identificados com brincos. Nos dias 0, 30, 60 e 90 ocorreu a pesagem dos animais e dieta oferecida e suas sobras, para o cálculo do ganho de peso e da conversão alimentar. Não houve diferença estatística para o ganho de peso, entretanto ocorreu um melhor rendimento quanto este parâmetro nos grupos que receberam probióticos e com a simbiose de probióticos e prebióticos. , a simbiose, aparentemente, também proporcionou um aumento no consumo médio diário. Probióticos e a simbiose também aparentam melhorar a conversão alimentar e conversão alimentar da proteína em novilhas confinadas da raça Nelore.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v21i3.2017.6193