AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO POR COBRE E CHUMBO DO LAGO ARATIMBÓ - UMUARAMA - PR

Bruna Gouveia Consalter, Danielle Mariano de Miranda, Jean Silva de Souza, Adriana Dias Martins Ferrarezi, José Gaspar Ferrarezi, Luciano Seraphim Gasques

Resumo


Este trabalho teve como objetivo quantificar os metais Cobre e Chumbo presentes na água e no sedimento do lago Aratimbó, localizado na cidade de Umuarama-PR e analisar os indicadores abióticos de temperatura e pH da água. As coletas foram feitas em triplicatas, em três pontos distintos, em dois diferentes dias, sendo o primeiro em tempo seco, anterior a chuva e outro logo após a primeira chuva. As amostras tiveram sua temperatura e  pH verificado in locu e a determinação dos metais ocorreu através de Espectrofotometria de Absorção Atômica por chama. Os resultados de pH obtiveram valores satisfatórios em todos os pontos. Em relação à concentração de metais, na água, houve maior concentração de chumbo antes da chuva e uma concentração abaixo do limite apenas para o cobre no ponto 1. No sedimento, a concentração de ambos metais foi maior antes da chuva, exceto no ponto três, onde a concentração foi maior após a chuva. É possível que os maiores valores de concentração para os metais tenham sido superiores no período de seca em virtude do volume aumentado de água após a chuva, com maior diluição dos mesmos, assim como atribuir a contaminação às atividades antropogênicas uma vez que o lago se localiza em região urbana central.

Palavras-chave: Contaminação; Metais; Lago Aratimbó.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v23i2.2019.6871