DOIS OLHARES: LEITURA FÍLMICA DA IMAGEM DA MULHER NORDESTINA A PARTIR DAS PERSONAGENS SINHÁ VITÓRIA E MACABÉIA

Tatiane Henrique Sousa Machado

Resumo


O presente trabalho propõe-se a refletir a respeito da figuração do feminino por meio de duas personagens: Macabéia no filme “A Hora da Estrela”, dirigido por Suzana Amaral, baseado na obra de mesmo nome de Clarice Lispector, e também na figura de Sinhá Vitória presente no filme “Vidas Secas” dirigido por Nelson Pereira, baseado na obra literária de mesmo nome escrita por Graciliano Ramos. Desse modo, objetiva-se discutir o processo de figuração do estereótipo de feminino da “mulher nordestina” no interior dessas obras, mostrando sua configuração e ambiguidades, numa sociedade patriarcal. Para isso, utilizar-se-á como aporte teórico Perrot (1992), Costa (2002) e Falci (2001) dentre outros.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/akrópolis.v18i4.3298