Sintomas de Ansiedade em População Não-Clínica da Área da Cidade de São Paulo-SP

Gustavo J. Fonseca D'EL Rey, José M. Montiel, Vanessa Dileve, Ana Paula Jacob

Resumo


O presente estudo teve como objetivo, verificar a presença de sintomas de ansiedade em uma população não-clínica de uma área definida da cidade de São Paulo-SP. Foram avaliadas 69 pessoas de ambos os sexos e com idade superior à 18 anos. Utilizou-se o Inventário Beck de Ansiedade (IBA) para a identificação dos sintomas de ansiedade. Segundo o inventário, 25 (36,25%) pessoas foram afetadas moderadamente e gravemente pelos sintomas de ansiedade, sendo as mulheres (21,75%) mais afetadas do que os homens (14,50%). Apenas 07 (10,15%) das pessoas afetadas moderadamente e gravemente pelos sintomas de ansiedade, estavam atualmente em tratamento adequado em saúde mental.

Texto completo:

PDF


Esse periódico está licenciado sob uma Licença Creative Commons CC BY 4.0

https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR