EDUCAÇÃO MÉDICA E INTERDISCIPLINARIDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA COM CIDADÃOS IDOSOS.

Marcelo de Maio Nascimento, Lucas da Silva Ramos

Resumo


Este estudo se trata de um relato de experiências relativas às atividades e procedimentos metodológicos desenvolvidos por dez alunos do curso de Medicina da Universidade Federal do Vale do São Francisco/Univasf junto ao programa interdisciplinar de extensão Vida Ativa. Este programa é oferecido a 150 cidadãos idosos (60-86 anos), residentes nas cidades de Petrolina-PE e Juazeiro-BA. A participação dos acadêmicos também integrou ações da Universidade Aberta à Terceira Idade/UNATI/Univasf. Como resultado se obteve o desenvolvimento de palestras educativas na área da saúde, a criação do serviço de acolhimento, ficha de cadastro dos novos alunos, acompanhamento da pressão arterial e participação em três grupos de estudo. Assim sendo, conclui-se que a participação dos alunos de Medicina em atividades extensionistas, durante a formação acadêmica, permitiu-lhes o desenvolvimento de capacidades técnicas e humanas essências ao exercício da profissão futura, contribuindo, também à materialização do “eu-médico”.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v20i3.2016.5342