PÉ DIABÉTICO, UMA AVALIAÇÃO SISTEMATIZADA

Maira Sayuri Sakay Bortoletto, Maria do Carmo Lourenço Haddad, Marcia Eiko Karino

Resumo


O objetivo deste trabalho é descrever o processo de avaliação dos pés de portadores de diabetes mellitus, classificando-os quanto ao grau de risco para o desenvolvimento de úlceras. O estudo foi realizado em um Ambulatório de Hospital Universitário e em duas Unidades Básicas de Saúde de pequenos municípios situados na região norte do estado do Paraná. Trata-se de um estudo descritivo exploratório cuja amostra se constituiu de 228 indivíduos. Os dados foram coletados por meio de um instrumento que registrou a identificação dos participantes, informações sobre a doença e suas complicações e os resultados do exame dos pés, destacando aspectos ortopédicos, dermatológicos e neurovasculares. Dentre a população estudada, 79,5% dos indivíduos apresentaram grau de risco 0, 12% grau de risco 1 e 8,5% grau de risco 2 para o desenvolvimento de úlceras nos pés, segundo classificação do Ministério da Saúde, 2001.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v13i1.2009.2795