Orientação educacional uma experiência e um caminho para uma formação eficaz

Maria do Carmo de Oliveira Nogueira, Maria Sônia M. de V. Azevedo, Renata Trevejo Marchiore Sutile, Nádia Cristiane Valentim Mardegan, Nadielly de Angeli

Resumo


O presente artigo trata de uma experiência vivida pelas alunas de graduação do Curso de Pedagogia em relação à gestão escolar, mais especificamente ao trato diferenciado do trabalho de Orientação Educacional que se apresentou de forma comprometida em relação à outros profissionais observados, que servirá como leitura relevante a todos os profissionais da educação comprometidos com o processo educativo e escolar e que desejam que o cenário educacional sofra uma transformação qualitativa. No primeiro momento este estudo se propõe a discutir como a gestão escolar democrática e comprometida pode resultar numa administração escolar co-participativa e eficiente. A seguir trataremos de uma experiência observada na prática do estágio supervisionado de Estrutura e Funcionamento da Educação Básica, de alguns pontos e contrapontos e de alguns resultados de situações positivas surgidas na atuação prática de uma orientadora educacional comprometida com o processo de ensino. E finalmente explanaremos a visão do trabalho pedagógico com qualidade e a melhoria do desempenho geral dos alunos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/akrópolis.v11i4.2007