AVALIAÇÃO DO NÍVEL DE CONHECIMENTO SOBRE TOXOPLASMOSE POR PAIS E/OU RESPONSÁVEIS DE CRIANÇAS EM CENTROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO INFANTIL EM FOZ DO IGUAÇU-PR / BRASIL

Michelli Mara Peres, Andréia Aparecida Scherer, Janielle Chrislaine Moro, Oscar Kenji Nihei, Neide Martins Moreira

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar o nível de conhecimento prévio e a assimilação de informações novas sobre toxoplasmose pelos pais e/ou responsáveis de crianças matriculadas em Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) do município de Foz do Iguaçu, PR, Brasil. Trata-se de um estudo comparativo, descritivo e de abordagem quantitativa com 163 pais e/ou responsáveis por crianças em CMEI. Aplicou-se questionário contendo 12 questões objetivas sobre a toxoplasmose, aplicado em dois momentos sequenciais da pesquisa M1 (pré-intervenção educativa) e M2 (pós-intervenção educativa). Inicialmente, o questionário foi aplicado para a avaliação do conhecimento prévio sobre a toxoplasmose, seguindo de palestra referente ao tema e, ao término, reaplicado o mesmo questionário para verificação da assimilação das informações. Os dados foram analisados pelo programa BioEstat 5.0®, considerando-se um nível de significância de 5%. Foi identificado um desconhecimento de 62,6% dos pais e/ou responsáveis pelas crianças na avaliação no M1 para as variáveis investigadas (p<0,05). No M2, o percentual de respostas satisfatórias elevou-se consideravelmente (p<0,05). Este estudo evidenciou a necessidade de ampliação de conhecimento de pais e/ou responsáveis por crianças e a eficácia das orientações sobre toxoplasmose.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v24i2.2020.6918