Avaliação domiciliar da utilização de medicamentos por moradores do jardim tarumã, município de Umuarama - Pr

Hellen Regina Fanhani, Márcia Inove Correa, Emerson Botelho Lourenço, Elizangela Dias Fernandes, Vera Lúcia Billó, Luciana Lorenson, Paloma Karoline da Silva Spiguel, Jorge Luiz Fernandes Galoro, Orlando Seiko Takemura, Oséias Guimarães de Andrade

Resumo


Neste trabalho avaliou-se o uso de medicamentos pelos moradores do Jardim Tarumã - Umuarama (PR),
utilizando estratégia de pesquisa presente no programa de Assistência Farmacêutica Domiciliar. Este programa foi criado
em 2000, na Universidade Paranaense (UNIPAR), e visa orientar a população quanto ao uso racional de medicamentos.
Os resultados basearam-se em respostas a 113 questionários com perguntas semi-estruturadas, abertas e fechadas. Dos
entrevistados, 36,3% utilizavam 2 a 3 medicamentos, enquanto 23% relataram utilizar 4 ou mais. Em 83,2% dos domicílios
visitados foram encontrados pelo menos um medicamento, enquanto que em 20,3% das residências constatou-se a presença
de 10 ou mais diferentes medicamentos. Em 76% dos domicílios foram encontrados pelo menos um medicamento de venda
livre. Encontraram-se medicamentos vencidos ou em condições inadequadas de uso em 19% e 16% dos domicílios visitados,
respectivamente. Relacionado ao hábito dos consumidores, 68,1% responderam observar o prazo de validade antes do
consumo, enquanto 20,3% nunca ou raramente observavam. Cerca de 50% dos entrevistados afi rmaram também ter o hábito
de sempre ler a bula, enquanto que 62,8% relataram raramente ou nunca entender a prescrição médica. Através do trabalho,
verifi cou-se a necessidade da orientação da população para a promoção do uso racional de medicamentos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25110/arqsaude.v10i3.2006.615